Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Acróstico

Achámos por bem exibir, neste blog, algo que não é de autoria de Fernando Pessoa, mas que está intímamente ligado ao poeta.

Em baixo está um acróstico, escrito por Ophélia de Queiroz, a eterna namorada de Fernando Pessoa. Deleitem-se:

        Fazia bem em me dizer

        E grata lhe ficaria

        Razão porque em verso me dizia

        Não ser o bom-bom para si...

        A não ser que na pastelaria

        Não lho queiram fornecer

        D’outro motivo não vi

        Ir tal leva-lo a crer.

        Não sei mesmo o que pensar

        Há fastio para o comer?

        Ou não tem massa pr’o comprar?!

 

        Peço porém me desculpe

        Este incorrecto poema

        Seja bom e não me culpe

        Sou estúpida, e tenho pena

        O Sr. é muito amável

        Aturando esta... pequena...


O acróstimo em cima exposto foi-nos gentilmente cedido por
Inês Leitão, da Casa de Fernando Pessoa.

Data de acesso: 23 de Fevereiro de 2007, 18 horas.
publicado por H-Rally às 23:28
link do post | comentar | favorito

- Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

- pesquisar

 

- todos os posts

- Acróstico

- tags

- todas as tags

- arquivos

- Outubro 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- links

- Livro de visitas



- Design Alentejano