Sábado, 10 de Fevereiro de 2007

"Autopsicografia"

Não poderíamos deixar de mostrar, neste blog, um pouco da vasta obra de Fernando Pessoa. Como tal, ao longo deste concurso projectamos analisar alguns poemas presentes na obra Poesia de Fernando Pessoa, quer de ortónimo quer de algum dos heterónimos.

Para começar, escolhemos um poema do ortónimo deveras conhecido: Autopsicografia.

                                  O poeta é um fingidor.
                                  Finge tão completamente
                                  Que chega a fingir que é dor
                                  A dor que deveras sente.

                                  E os que lêem o que escreve,
                                  Na dor lida sentem bem,
                                  Não as duas que ele teve,
                                  Mas só a que eles não têm.

                                  E assim nas calhas da roda
                                  Gira a entreter a razão,
                                  Esse comboio de corda
                                  Que se chama coração.

                                                             (in Cancioneiro)


Este poema ilustra de forma tripartida uma das temáticas essenciais da poesia do Ortónimo , a "dor de pensar", aqui transformada em diversas outros sentimentos dolorosos. Temos então a dor fingida "O poeta é um fingidor", a dor sentida e a dor lida. Esta última, uma característica dos leitores que têm contacto com a dor fingida, por exemplo através de um poema em que o poeta ilustra diversos sentimentos negativos, manipulando os do leitor " Gira a entreter a razão". O poeta " É um fingidor", pois a dor que sente de verdade pode ou não ser a mesma da que ilustra no papel. É esta a máxima que, supomos nós Fernando Pessoa quer transmitir.

Fonte: JR, Arnaldo Nogueira. Fernando Pessoa - Autopsicografia. Acedido em: 10, Fevereiro, 2007. Releituras:
http://www.releituras.com/fpessoa_psicografia.asp
publicado por H-Rally às 20:13
link do post | comentar | favorito
|

- Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

- pesquisar

 

- todos os posts

- Um novo começo?

- "A Minha Comunidade"

- 5º Lugar na Final do Sapo...

- Finalista do Sapo Challen...

- H-Rally na semi-final do ...

- Representante do distrito...

- Descansa em paz

- Publicidade - Loja de Poe...

- Cartoon

- Os nossos poemas - Álvaro...

- Os nossos poemas - Ricard...

- Os nossos poemas - Albert...

- Os nossos poemas - Fernan...

- Nós como Pessoa

- Acróstico

- "Tudo o que cessa é morte...

- Fernando Pessoa - Para al...

- Fernando Pessoa - Para al...

- XXIII - "O Meu Olhar" - 2...

- H-Rally - O Logo

- GRANDES PORTUGUESES - Fer...

- Mais sobre nós! (Ou talve...

- Depus a Máscara

- Entrevista a Fernando Pes...

- Entrevista a Fernando Pes...

- Cartas de Amor

- "Autopsicografia"

- Será o maior português?

- Quem foi Fernando Pessoa?

- A vida de Fernando Pessoa

- Justificação da escolha

- A nossa escolha

- Apresentação do clã

- tags

- todas as tags

- arquivos

- Outubro 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- links

- Livro de visitas



- Design Alentejano